NOSSO

BLOG

Formas de pagamentos no comércio internacional!

Regulamentação das transações!

Negociações comerciais internacionais entre empresas privadas que evoluem à troca efetiva de mercadorias por determinada quantia envolvem o pagamento desta quantia ao vendedor por parte do comprador. A diferença do âmbito internacional de trocas é que essa transferência de um determinado montante não pode ocorrer como ocorre no âmbito nacional por conta das diferentes moedas: é necessário o intermédio de uma instituição financeira autorizada que regule essa transação a fim de que a prática seja feita de forma justa, sem causar danos a nenhuma das partes envolvidas.

Conthhract.jpg

Esse receio de que algo possa dar errado ao se efetivar uma troca característica do comércio internacional é recorrente, pois, às vezes, uma transação que parece ser confiável pode levar a um grande prejuízo quando se efetua um pagamento por uma mercadoria que nunca chegará. Visando solucionar essa questão e proporcionar maior segurança nesse ambiente, práticas de câmbio monetário protegido foram criadas e adaptadas para que o comércio internacional não seja o meio inóspito que aparenta ser.

Os métodos!

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, é importante que tanto o exportador como o importador tenham total ciência do cenário econômico de cada país com que negocia, considerando fatores como a situação financeira, balanço de pagamentos, balança comercial, conjuntura social, entre outras questões. Levando isso em consideração, existem três métodos/modalidades de pagamento disponíveis para os comerciantes internacionais optarem quando efetuarem um pagamento de mercadorias, de acordo com o que for mais conveniente:

1. O pagamento antecipado;
2. Cobrança documentária;
3. a carta de crédito.

Pagamento antecipado:

É quando o valor da mercadoria é pago pelo importador ao exportador antes do embarque, por meio de um contrato de câmbio. Apesar de apresentar riscos aos comerciantes de primeira viagem, que podem acabar sem a mercadoria, essa prática é utilizada por empresas que possuem relacionamento de longo prazo, em que existe confiança para que transações do gênero ocorram, ou por empresas que possuem histórico confiável de efetivação de transações comerciais. Quando a mercadoria é embarcada, é dever do exportador enviar ao importador os documentos originais da exportação para que este possa dar prosseguimento ao processo quando da chegada da mercadoria ao seu destino final, principalmente ao desembaraço. Existem variações nesse tipo de pagamento, em que o exportador pode optar por receber dois pagamentos: um primeiro para que se inicie a produção da mercadoria e um segundo após a conclusão da produção, sendo a porcentagem a ser paga a ser decidida por ele (20%-80%, 30%-70%, etc.).

hhfg.jpg

Cobrança documentária:

Ocorre quando a mercadoria é embarcada e os documentos originais referentes a ela são enviados à instituição financeira responsável no país de destino, sendo liberado somente via pagamento do importador, que poderá, então, realizar o desembaraço. Pode ocorrer de os documentos serem enviados diretamente ao importador, porém, caso este não efetue o pagamento, o exportador não terá como se defender. Geralmente, o exportador assume os custos de todas as intervenções a serem feitas pelos bancos responsáveis, impostos e comunicação entre as partes sobre os documentos e os pagamentos.

Empresas-e-atraso-impostos.jpg

Carta de crédito:

É um compromisso de pagamento assumido pelo banco emissor – ou seja, o banco do país do importador – por meio do banco avisador – isto é, o banco do país exportador – em nome do importador – chamado aqui de tomador, que solicitou o documento – a ser creditado em nome do exportador – o beneficiário. Nessa modalidade, o banco emissor arca com os custos, desde que o exportador apresente os documentos originais e cumpra todas as obrigações previamente fixadas que constam no documento, que podem abranger o seguro, o transporte e demais instruções do importador.

uuuuuuuuuuuuu.jpg

Dificuldades para definir um método?

A definição da modalidade de pagamento de forma clara é substancial ao desenrolar dos processos de importação e exportação, pois sem ela e, principalmente, sem a segurança provida por ela, a incerteza pode tomar conta das expectativas de concretização de negócios e miná-las. Caso a sua empresa necessite de auxílio no quesito, os diferentes métodos de pagamento são conhecidos na sua totalidade pelos membros do grupo 3S Corporate, que oferece total suporte às operações financeiras operacionalizadas por seus clientes.

Régis Zucheto Araujo

COMPARTILHE

Este website utiliza cookies próprios e de terceiros a fim de personalizar o conteúdo, melhorar a experiência do usuário, fornecer funções de midias sociais e analisar o tráfego. Para continuar navegando você deve concordar com nossa Política de Privacidade