NOSSO

BLOG

Comércio exterior: oportunidades e desafios na América Latina

Mercosul traz benefícios para o Brasil exportar e importar para países vizinhos

Quando o assunto é comércio exterior, as negociações entre países superam as distâncias geográficas em busca de bons negócios. Mas a proximidade pode, sim, ser uma vantagem competitiva. O Mercosul, por exemplo, traz benefícios para o Brasil exportar e importar para países vizinhos da América Latina. “O Mercosul é fundamental para a economia brasileira. Ele oferece um mercado para muitos produtos brasileiros e facilita a importação de bens que complementam a economia do Brasil. Além disso, a cooperação no Mercosul ajuda o Brasil a fortalecer sua posição na economia global”, afirma o administrador Lucas Vogt Schommer, CEO e co-fundador do Grupo 3S CORP. 

Atualmente a Argentina e o Chile são os principais parceiros do Brasil, tanto em exportações como importações. Os produtos que o Brasil mais vende para os países vizinhos atualmente são veículos e suas partes, óleos brutos de petróleo e carne bovina. Entre os que mais compra, destaque para trigo e gás natural. “A América do Sul, lar de várias economias emergentes, oferece amplas oportunidades para o Brasil, tanto em termos de exportação quanto de importação. O Mercosul desempenha um papel vital nesse contexto, ao promover a integração econômica e reduzir as barreiras comerciais”, avalia Schommer.

Há benefícios inclusive tributários. A exportação entre os países do Mercosul é facilitada pelo acordo de livre comércio do bloco. Isso significa que os bens podem ser negociados entre os países membros com tarifas alfandegárias reduzidas ou nulas. “Possuímos algumas vantagens ao importar e exportar para países do Mercosul. Um exemplo está na importação de resinas plásticas com isenção do Imposto de Importação. Também temos algumas vantagens como tarifas menores e pagamentos com moedas locais”, destaca Lucas Vogt Schommer, que atua há 15 anos em consultoria, assessoria técnica em negócios internacionais, inclusive com exposição internacional. 

Mas ele reconhece, no entanto, que avanços são necessários. “Um dos principais desafios são os preços que às vezes são menos competitivos do que em outros países fora do bloco, como por exemplo, a China e os Estados Unidos, que têm se mostrado mais atrativos”, explica. Os desafios incluem, ainda, a necessidade de melhorar a infraestrutura, superar as disparidades econômicas e resolver questões políticas. Além disso, Schommer entende que é fundamental que o Mercosul trabalhe para aumentar a competitividade e a produtividade para garantir o crescimento sustentável do bloco.

Sobre o Grupo 3S CORP

O Grupo 3S CORP Soluções Internacionais foi fundado em 2011, no Rio Grande do Sul, mas hoje tem atuação nacional. Faturou R$ 660 milhões em 2022 e conta com escritórios nas cidades de Novo Hamburgo (RS), São Paulo (SP), Itajaí (SC), Porto Velho (RO) e Brusque (SC), onde fica o centro logístico com 8 mil metros quadrados. A empresa vem apresentando amplo crescimento ano a ano. Em 2019, tinha 100 clientes, hoje são 500. O número de colaboradores pulou de 35 em 2019 para 165 no fim de 2022 e hoje já são 195 profissionais integrando o grupo, que segue com vagas em aberto.

A 3S CORP, conta, ainda, com estrutura de franquia para venda de serviços, que oferece execução de ponta a ponta para processos de importação e exportação, sem terceirização. São executados serviços nas áreas de outsourcing, em especial no mercado asiático; frete, desembaraço aduaneiro, transporte, logística e armazenamento. Tudo com o suporte de uma equipe com mais de 20 anos de experiência em comércio exterior. 

Fonte: Sala de Notícias/Alexandre Lenzi

COMPARTILHE

Este website utiliza cookies próprios e de terceiros a fim de personalizar o conteúdo, melhorar a experiência do usuário, fornecer funções de midias sociais e analisar o tráfego. Para continuar navegando você deve concordar com nossa Política de Privacidade