Ajude 
 o Rio Grande do Sul

NOSSO

BLOG

A Importância da Inspeção

blog-30-08

Na semana passada falamos um pouco sobre o outsourcing, ou seja, a procura por fornecedores que produzam no exterior os bens que os importadores estejam interessados em terceirizar a produção, visando a redução de custos, principalmente. Quando esse processo é efetivado e um fornecedor de qualidade é encontrado – o que pode ser constatado pelas certificações que possui ou pela cartela de clientes com os quais ele trabalha – é imprescindível fazer a testagem desse fornecedor. Esse processo pode ser feito de diversas formas: por meio de uma auditoria de fábrica (para atestar se de fato a empresa existe e se suas credenciais são reais), por meio do monitoramento total ou parcial da produção e também por meio do acompanhamento do carregamento da mercadoria no container. Levando em consideração a importância desse serviço, o grupo 3S conta com uma estrutura na China – chamada Inglobe – que trabalha com a realização de todas as inspeções mencionadas e também outras, e são elas que vamos explicar hoje.

Limite de Qualidade Aceitável

Uma vez que o mercado com o que mais trabalhamos é o chinês, obviamente que nossas inspeções também são focadas nos fornecedores da China; contudo, da mesma forma como no outsourcing, o que nos movimenta é a demanda do cliente: independente do país, realizaremos a inspeção conforme a necessidade. Em todas as inspeções, independentemente de onde são realizadas, dois padrões são adotados: o Limite de Qualidade Aceitável (do inglês Acceptable Quality Limit), geralmente referido como AQL, e o MIL-STD-105E, sendo que ambos expressam a quantidade de produtos defeituosos que são aceitos em uma amostragem com quantidade tal, condizente com a quantidade total de bens que compõem o pedido e com o nível de qualidade solicitada pelo cliente. Ambos os padrões são aceitos, principalmente o AQL, para verificação de qualidade em inspeções no mundo todo.

Tipos de Inspeções

Existem dois tipos de inspeções que podemos realizar: as de fábrica e as de produção. As inspeções de fábrica ocorrem antes da realização de um pedido, ou seja, quando o cliente quer se certificar da qualidade das instalações do fornecedor encontrado, se suas credenciais são de fato reais, se o processo produtivo é organizado, qual a origem da matéria-prima, entre outros. Tudo isso significa que quaisquer erros ou problemas poderão ser identificados de forma prematura, impedindo que se tornem preocupações de fato no futuro. Com essas inspeções, consegue-se ter total entendimento de como é a gestão da empresa, seus procedimentos, sua eficiência produtiva e seus padrões de qualidade.

Já as inspeções de produção ocorrem após a inspeção de fábrica ter sido realizada, o aval ter sido positivo e o pedido ter sido realizado: agora a intenção é monitorar a manufatura dos produtos solicitados. Por meio da Inglobe realizamos três tipos de inspeções nesse sentido: (1) a inspeção de monitoramento da produção; (2) a inspeção pré-embarque; e (3) a inspeção de carregamento de container. A primeira delas tem como objetivo fiscalizar a produção do início ao fim, principalmente em processos de produtos que exijam cuidado ou maior atenção, levando em consideração a qualidade da gestão, da mão-de-obra, da matéria-prima e da confecção do produto. A segunda foca em encontrar o que pode ter dado errado após o final da produção, como por exemplo defeitos ou atestar a funcionalidade do produto, sendo necessário um mínimo de 80% já produzido e embalado para ser realizada. Por fim, a inspeção de carregamento da carga monitora a movimentação da carga para o porto, ou seja, seu acondicionamento no container, o próprio container e o manuseio da mercadoria pelos responsáveis do transporte.

É importante, portanto, que o importador saiba que possui a ferramenta da inspeção – seja ela de fábrica ou de produção – para ter ciência de que tudo está ocorrendo como planejado na sua importação. Isso impede que qualquer inconveniente possa vir a atrapalhar a chegada de sua carga e, para tanto, os importadores podem sempre contar com o apoio da Inglobe e da Winning Trading (esta segunda principalmente no relacionamento com o cliente no destino), ambas membros do grupo 3S, na realização de inspeções na importação.

Régis Zucheto Araujo

COMPARTILHE